segunda-feira, 27 de abril de 2009

28 de abril é o Dia Mundial sobre Segurança e Saúde no Trabalho

fonte: http://www.viaseg.com.br/artigos/artigo_cosmo_palasio.htm
em 27/04/2009

A Organização Internacional do Trabalho definiu o 28 de abril como o Dia Mundial sobre Segurança e Saúde no Trabalho.
O grande objetivo da comemoração é promover a conscientização sobre a importância da segurança e saúde no trabalho..

Anualmente cerca de 2 milhões e meio de pessoas morrem vitimas de acidentes e doenças relacionados aos trabalho destas algo em torno de 22 mil são crianças.
Estima-se que 270 milhões de acidentes do trabalho ocorram anualmente e que as doenças do trabalho estejam na casa de 160 milhões.
No Brasil os números relativos ao assunto - mesmo que não correspondendo a realidade - são também assustadores e aos demais problemas sociais junta-se também o problema da falta de segurança e saúde no trabalho.

Até quando matar no trabalho vai ser visto como algo licito ?
Até quando vamos dizer que o trabalhador se arriscou porque quis - e ignorar que se não o fizesse seria posto na rua e condenado a morte do desemprego ?
Até quando vamos encobertar e desconhecer a responsabilidade objetiva de gente muito bem estudada e conhecedora das leis que insiste em manter trabalho em condições inseguras ?
Até quando vai seguir impune a arrogancia de chefes despreparados - gente que cresceu apenas em função mas não em condição de respeito a vida - ordenando impunemente que se façam trabalhos inseguros ?
Até quando vamos chamar de acidente situações que nada tem de imprevisivel e que só ocorreram para que alguns possam obter mais lucro a custa do sacrificio de seres humanos ?
Até quando as familias das vitimas de acidentes do trabalho ficarão sme receber suas indenizações ?
Até quando veremos país dizendo a filhos que trabalhar é digno - e no final da tarde ver filhos recebendo corpos ou pedaços de pais que morreram exercendo a dignidade ?
Até quando vamos continuar lendo e repetindo que proteção individual é provisória e GRITANDO que a lei deve ser cumprida - inclusive com justa causa quando o empregado se recusa - mas jamais nem falando baixinho que a lei também diz...é provisório....


O Brasil precisa em todos os segmentos parar de olhar de lado para as questões e finalmente começar a ser moderno - não por modismos ou canto de sereias - mas pela seriedade com que enfrenta as questões.



Clique aqui para ler a notícia completa.

Nenhum comentário: