sábado, 4 de abril de 2009

LED orgânico azul tem aumento de eficiência de 25%


Pesquisadores do Laboratório Pacific Northwest, nos Estados Unidos, sintetizaram um novo material que aumenta a eficiência energética dos LEDs orgânicos (OLEDs) em 25%. O material emite uma luz azul profunda e pode ser a base para a construção de OLEDs brancos.


Os LEDs (diodos emissores de luz) são vistos como a solução para a iluminação do futuro. Em vez de filamentos aquecidos no vácuo, como nas lâmpadas incandescentes, ou da ionização de um gás, como nas lâmpadas fluorescentes, os LEDs são lâmpadas de estado sólido. Sua durabilidade é muito superior ao das melhores lâmpadas fluorescentes compactas atuais, além de consumir uma quantidade de energia muito menor.


"O elo mais fraco nas pesquisas com os OLEDs era a falta de uma luz azul eficiente e de grande durabilidade para acompanhar o verde e o vermelho," explica o pesquisador Asanga Padmaperuma. Ele e sua equipe resolveram este problema desenvolvendo materiais que lidam melhor com a passagem da corrente elétrica, aumentando a eficiência do OLED azul.





Nenhum comentário: